AUOMÁTICO HEAD

Criogenia – O que é

Imagem ilustrativa
A criogenia é um ramo da físico-química que estuda tecnologias para a produção de temperaturas muito baixas (abaixo de -150°C, de -238°F ou de 123 °k), principalmente até a temperatura de ebulição do nitrogênio líquido ou ainda mais baixas, e o comportamento dos elementos e materiais nessas temperaturas sendo que a tecnologia usada explora os efeitos de transferência térmica entre um agente e o meio. Esse ramo da ciência que é constantemente associado com seu principal ramo, a criobiologia, que é o estudo de baixas temperaturas em organismos.

Além das escalas de temperatura comuns, como Fahrenheit, Celsius e Kelvin, os criogenistas usam outras escalas de temperatura, como a de Rankine.
A criobiologia é o ramo da biologia que estuda os efeitos das baixas temperaturas sobre os seres vivos na criosfera da Terra ou na ciência. A palavra criobiologia é derivada das palavras gregas [kryos], “frio”, [bios], “vida” e [logos], “palavra” (daí ciência). Na prática, a criobiologia é o estudo de material ou sistemas biológicos em temperaturas abaixo do normal. Os materiais ou sistemas estudados podem incluir proteínas, células , tecidos , órgãos ou organismos inteiros . As temperaturas podem variar de condições moderadamente hipotérmicas a temperaturas criogênicas .

A história da criobiologia pode ser rastreada até a antiguidade. Já em 2500 aC, as baixas temperaturas eram usadas na medicina no Egito. O uso do frio foi recomendado por Hipócrates para estancar o sangramento e o inchaço.

Com o surgimento da ciência moderna, Robert Boyle estudou os efeitos das baixas temperaturas nos animais. A Criobiologia é uma ciência aplicada que trata do estudo da preservação da vida a baixas temperaturas.

..